Nicola Castrogiovanni - O Espírito do Otimismo

Aspectos

Conceito Garoto do Circo Extremamente Otimista e Ingênuo
Dificuldade Duas, Três, Quatro… Quantas chances forem necessárias
  Don Cagliostro sempre me protege
  “Aquele valentão horroroso do meu ex-irmão adotivo”
  O Escapulário de Minha Mãe, e a Boina de Meu Pai

Abordagens

Ágil Regular (+1)
Cuidadoso Bom (+3)
Esperto Regular (+1)
Estiloso Razoável (+2)
Poderoso Medíocre (+0)
Sorrateiro Razoável (+2)

Façanha Centuriã

Façanhas comuns


Aparência

Nicola é um garoto fortinho, ainda que meio gordinho, de sangue italiano, tendo entre 10 e 12 anos. Ele tem um cabelo que parece loiro-avermelhado, com algumas partes tendendo ao ruivo. Ele tem uma bochecha rosada e um narizinho de botão, além de sardas. Ele se veste como um garoto de jornais, com uma combinação de calça e camisa simples, sempre usando as únicas coisas que ainda possui de seus pais: um Escapulário de Nossa Senhora (de sua mãe) e uma boina xadrez vermelha que parece um pouco grande demais para ele (de seu pai)

Comportamento

Nicola é um garoto muito gentil, e com ele não tem tempo feio: ele é aquele tipo de garoto que, depois de ser borrifado por um gambá, espancado por um valentão, jogado em um monte de lixo fedorento, atingido por tomates podres, jogado no meio do esgoto e deixado debaixo de uma tempestade torrencial, ainda assim diria aos outros “Estou muito bem, obrigado”. Ele tem um comportamento bastante positivo e é muito bem educado, com um sorriso sempre no rosto não importa o que aconteça.

História

Os pais de Nicola morreram pouco depois de seu nascimento, depois de eles virem aos Estados Unidos. Desde então, ele vem vivendo de lar adotivo em lar adotivo. Por alguma razão, não importa o quão bem comportado ele seja, todos os seus pais adotivos o odiavam. Talvez seja pelo fato de gostar de cachorros vira-latas (que ele cuidava e soltava quando estavam novamente saudáveis), ou por causa que ele dividia seu lanche com os andarilhos da cidade, ou mesmo porque ele sempre conseguia coisas que precisava por mera sorte, como maçãs, livros ou mesmo roupas, mas todos os lares adotivos por onde passava cedo ou tarde lhe davam o pé na bunda.

Pode-se dizer que no último lar adotivo isso foi tão literal quanto possível: seu irmão adotivo era um valentão que (com a conivência dos pais adotivos) espancava ele pra valer, todo santo dia. Isso até o dia em que o circo veio para a cidade e Nicola ficou impressionado com o maior Mentalista de todos os tempos, Don Cagliostro. Nicola pensou que fugir com o circo seria algo muito melhor para ele e para sua família adotiva (que teriam uma boca a menos para alimentar). Então, ele foi com o circo.

Quando ele foi encontrado pelas pessoas do circo, Don Cagliostro (na verdade, um mágico e mentalista sul-africano, meio-_boer_ e meio-inglẽs, chamado Frederick Van Der Merwe) assumiu a responsabilidade de tutelar e cuidar de Nicola (devido, os dois não sabiam, aos poderes de Nicola como Espírito do Otimismo). Nicola aprendeu muito rapidamente as tarefas básicas no circo, assim como alguns atos como palhaço e mágico, entre outros.

Nicola não conhece ainda muita coisa sobre o Clube do Século e tudo mais, mas Don (como ele chama seu mentor) o mostrou o suficiente para ele entender que seu destino é muito maior do que ele imaginava.

E ele sabe que, no fim das contas, tudo vai acabar bem.